11 de novembro de 2009

Caetano II, a polêmica: resposta à Camila Hochmüller

Eu adoro polêmicas! O meu post "Caetano e os analfabetos" caiu na rede e multiplicou-se como Gremlins numa piscina. Daí que o publicaram no PavaBlog, um blog coletivo, e a blogueira Camila Hochmüller, colaboradora do mesmo, escreveu um texto bastante agressivo e pretensioso em resposta. Achei, no entanto, tão inocente, além de inverter o sentido das frases e entender minhas colocações sob uma ótica tão sectariamente ideológica, que fiquei na dúvida se deveria rebater. Mas aí descubro que o texto dela se disseminou como praga por dezenas de blogs, porque a moça deve ser uma blogueira bastante ativa, de forma que não me resta alternativa senão arregaçar as mangas e... responder.

Em primeiro lugar, senhora ou senhorita, não se preocupe. Saiba que está polemizando com um cavalheiro, desses medievais, ao estilo Dom Quixote. Escrevo na internet há muitos anos e acostumei-me a todo tipo de polêmica, mas não perco a elegância.

A sua resposta é um pouco (só um pouco) grosseira, porque abusa de expressões ad hominem, ou seja, procura desmerecer o autor, em vez de se ater exclusivamente ao conteúdo. Mas não fiquei aborrecido não. É um textinho tão naif e destrambelhado...

E pernóstico, tresloucado, confuso. Ela não fala do meu texto e sim de alguma representação paranóica inspirada nele. Ela diz que eu esbocei os contornos de uma nova ética para a humanidade? Cruz credo. Isso que dá ler Veja e Reinaldo Azevedo. Vira tudo tantã. O irritante é a mania desses almofadinhas de achar que são os únicos que sabem das coisas.

Não tem um argumento que ela critica no meu texto que pertença, genuinamente, ao original. Ela, por conta própria, me atribui pensamentos e daí os critica. Por exemplo, ela inicia uma listinha numerada, sob o chapéu de agora o bacana é ser, na qual o primeiro item é Do povo. De onde você tirou isso, moça? Eu falei em criatividade dos homens do povo, mas nunca falei que o bacana é ser do povo. Falei em Cartola, Pixinguinha, e citei personagens da literatura universal, e fiz algumas afirmações genéricas sobre o valor da cultura popular, reconhecido hoje pelos principais historiadores contemporâneos (como Roger Chartier, E.P.Thompson, Carlo Ginzburg, entre tantos).

O segundo item da listinha é que, segundo ela, quer dizer, segundo eu, bacana é ser pouco ou nada instruído. Puxa vida, Camila, isso não é polêmica. É uma verdadeira calúnia. Eu nunca falaria uma coisa dessas. O meu texto, inclusive, vem cheio de referências à alta literatura e à filosofia. Não seria uma contradição absurda? O que pretendi dizer, senhorinha, é que não podemos ser autoritários e prepotentes em achar que somente determinados livros oferecem conhecimento e instrução. O conhecimento está no ar, na natureza, nas relações, na música, no cinema, no amor, da mesma forma que nos livros. Há escritores maravilhosos que são ignorantes. Um erudito brasileiro uma vez disse que Nelson Rodrigues era o homem mais ignorante que ele havia conhecido e que sua genialidade, portanto, tinha algo de místico. É que Nelson colheu conhecimentos na vida. Lembro de uma crônica de Nelson intitulada "Leiam menos", em que ele cita conhecidos que sabiam ler em várias línguas, já tinham lido todos os livros, e, no entanto, não pareciam conhecer a vida nem conseguiam criar nada. Por quê? Por que o conhecimento não se dá na leitura de um livro, e sim na assimilação criativa do conteúdo do livro. Entende?

Eu só tenho a coragem de afirmar essas coisas porque me considero um erudito em formação. Eu leio em inglês, francês, italiano, espanhol, latim, e estou em vias de aprender alemão e grego antigo. Estudo e leio muito, porque gosto, mas não me sinto melhor ou superior ao zelador do meu prédio, porque entendo que ele possui experiências diferentes da minha. Quanto ao Lula, então, eu seria um imbecil em me achar mais inteligente que ele só porque eu leio a Eneida no original e ele não. Pior, seria um reacionário em achar que Lula seria um melhor governante se tivesse lido Eneida. Besteira tudo isso. Avalia-se um governante pelo resultado de seu trabalho. Assim como se faz com um artista. Eu não avalio um artista por seu rosto bonito ou porque ele arrota conhecimentos nisso ou naquilo, e sim se, na hora H, sabe cantar bonito, sabe tocar bem o violão, ou sabe fazer uma poesia tocante. Aliás, na poesia é que vemos exemplos quase mágicos. O Brasil está cheio de poetas geniais e iletrados, sobretudo no samba. No meu texto "Caetano e os analfabetos" eu cito Homero, cuja cultura era apenas oral. Na Grécia heróica, os poemas não eram escritos e sim cantados por aedos. Mesmo assim era uma cultura rica, complexa. A Ilíada é espantosamente moderna, com ferramentas narrativas dinâmicas, quase vanguardistas. Com isso, quis mostrar que é possível uma cultura oral, ou seja, não livresca, e ao mesmo tempo sofisticada. Existe poesia na fala, na conversa, nas letras de música. Uma pessoa que lê pouco, mas que conversa muito, que sabe ouvir muito bem, pode compensar a falta de informação livresca. Pode aprender até mais que nos livros.

Vamos aos itens 3 e 4 da listinha da Camila.

3. Observador da "experiência" e não da teoria - como se para observar a "experiência" não houvesse uma imensa quantidade de teoria, implícita ou explícita, consciente ou inconsciente, captando, retendo e interpretando cada fato, cada "experiência"; como se todos fôssemos ocos, bestas feras diante de um mundo desconhecido por completo, ao qual chegamos com zero capacidade para coisa alguma, passando da animalidade para a humanidade assim, por mera "observação da realidade";

4. E sobretudo, o bacana é alcançar o poder, o sucesso, a crista da onda, seja lá como for, sendo esta a marca definitiva, a evidência final e irrefutável da nobreza de caráter, desenvoltura psíquica e pau duro!


Item 3. Camila, você está falando besteira. A filosofia moderna institui a experiência como fundadora do conhecimento. Antes do conhecimento, vem a intuição, inata ao homem, que não tem nada a ver com teoria nenhuma. Kant fala em conhecimentos a priori, em razão pura, mas que apenas podem ser organizados e convertidos em alguma coisa de útil para nós através da experiência. "Teoria inconsciente"? Essa é boa, Camila. Pode me explicar o que seja uma teoria inconsciente? E, sim, nascemos besta-feras, ou você já nasceu falando inglês e escrevendo em blogs?

Item 4. Ã? Bacana é alcançar o poder? O sucesso? A crista da onda? Não, Camila, o bacana é virar mendigo, pobre e deficiente físico! Ora, moça! Qual o seu problema! Eu não falei isso no texto, mas falo agora: claro que é bacana! Quem dera eu tivesse poder, sucesso e surfasse na crista da onda! No meu caso, poder não era ser presidente da república ou algo parecido, e sim um apartamento em Paris, uma gorda conta bancária e, sobretudo, talento suficiente para vender 1 milhão de livros, ou, ter cem milhões de acessos em meu blog. Vá ser hipócrita assim nos campos de algodão do SBT!


Valha-me Deus! Nunca vi tanta bobagem junta! Observem os seguintes trechos:

"Afinal, há os que escrevem, há os que lêem, e há os que inspiram livros. São os líderes políticos, os guerreiros, revolucionários, chefes sindicais, bandoleiros famosos."
A associação entre políticos e bandoleiros famosos será mera coincidência ou a não tão sutil apologia de algo inaceitável como a combinação entre o político e o salafrário, mentiroso e ladrão? A quem interessa que nos conformemos com uma tal associação?

Valha-me Deus, digo eu. Eu falei em bandoleiros famosos pensando em Lampião, Pancho Villa, Robin Wood, em tantos fora-de-lei desse mundão afora que se tornaram heróis populares. Por isso usei o termo "bandoleiros" e não bandidos. Você fez a associação porque é, notoriamente, uma lacerdista, desses que escrevem Lula com dois ll, e o associam a todo tipo de malignidade existente no planeta. Pensa em política apenas em termos morais, deixando-se manipular facilmente por campanhas midiáticas tendenciosas.

"Tantos historiadores já escreveram sobre isso, sobre a auto-censura a que o homem civilizado é sujeito, causa de tantas neuras e debilidades psíquicas! Afinal, qual o objetivo do ser humano? É ser um indivíduo com algumas leituras, ou mesmo um gênio da poesia, como D'Annunzio, mas que defende o fascismo? É ser um homem culto, porém sem graça, sem coragem, e broxa?

É muito difícil ser um homem inteiro, e conciliar o desenvolvimento pleno de todas as nossas faculdades físicas e psicológicas com uma participação criativa na sociedade."
Como assim, Miguel? Já que citaste, em outros trechos do teu texto, Homero e Platão, eu cito Sócrates, mestre de Platão, o mais central filósofo da Antiguidade e condecorado militar defensor de Atenas. Como explicá-lo, Miguel? Cito também Aristóteles, que além de filósofo e biólogo, foi, entre outras coisas, tutor de Alexandre, o Grande, o qual não carece de maiores explicitações dada sua fama atemporal de conquistador dos mais diferentes povos. Eles não eram homens desenvolvidos física e psiquicamente, Miguel? E não tinham, além disso, decisiva participação na sociedade?

Esse trecho você inverteu o sentido. Quando afirmo que é "muito difícil ser um homem inteiro, e conciliar o desenvolvimento pleno de todas as nossas faculdades físicas e psicológicas com uma participação criativa na sociedade", eu quero dizer que esse é objetivo do homem. Essa é a nobreza, essa é a inteireza buscada. Não precisava falar em Sócrates, cuja história eu conheço de cor e salteado. Capisce?

*

Pausa para descanso.

*

Camila inicia outra listinha.

É claro que ao Miguel só restou opção de abrir mão do seu pleno desenvolvimento psíquico em prol da aquisição da coragem necessária para se tornar um comunista! Bravo! Isso comprova que é realmente preciso, para se tornar um esquerdista:

1. Ou ser um imaturo e mal-informado;
2. Ou, além disso, ser também mal-intencionado para, usando um discurso hipócrita em favor do "povo", da "criatividade" e da "virilidade" defender a ideologia que mais intensamente baniu a liberdade e que mais assassinou civis em toda a história da humanidade, a exemplo da antiga URSS, da China, da Coreia do Norte e de Cuba.

Pronto. Ela me acusou de comunista, era tudo que precisava para me desmoralizar completamente. Um comunista! Tirem as crianças de casa! Eu disse que era comunista no meu texto? Ela me comunistizou! Minha querida, minha ideologia é muito mais sofisticada do que você imagina. Antes de me chamar de comunista, entre no marcador do blog Ideologia, e confira as toneladas de texto que eu escrevi sobre o assunto. Respeito muita a história do comunismo, mas, definitivamente, não sou comunista. Não adianta. Para essas polianas de suástica tatuada na polpa, todo mundo que usa a palavra "povo" ou "popular", ou que não faz campanhas eternas contra Cuba, é comunista.

Ela mistura comunista com esquerdista. Ah, deixa pra lá. A moça, de qualquer forma, cometeu um erro crasso. Diminuiu seu adversário. Um direitista inteligente sabe que há esquerdistas inteligentes, e vice-versa. Afirmar que para ser esquerdista é preciso ser "imaturo e mal-informado" é prepotente e tolo. Essa turminha neocon, muito jovem, doutrinada pelos sabujos da Veja, não tem idéia da quantidade de grandes escritores, poetas, filósofos e historiadores que foram "esquerdistas", e mesmo comunistas. Graciliano Ramos era "imaturo" e "mal-informado"?

*

Coragem, Miguel. Falta pouco.

Miguel esforça-se por criar uma realidade paralela, um mundo que não existe, dividido entre os heróis não-instruídos, valorosos, criativos e com ereções eternas de um lado e, do outro, os vilões letrados, fascistas, entediantes e brochas. E quem não desejaria ficar ao lado dos primeiros, caso isso fosse mesmo assim? Na realidade paralela de Miguel todo o pobre é uma vítima e um herói, não importa o que faça: se trabalhe de sol a sol ou roube de sol a sol, se fale a verdade ou minta, se seja honesto ou viva de "jeitinho". Nele, todo o rico ou diplomado é um algoz e um bandido, não importa o que faça: se trabalhe e estude de sol a sol ou sonegue e cole, se trate com respeito e decência seus funcionários ou os explore e humilhe, se trabalhe três meses por ano para manter o Estado através de seus impostos ou nada declare e a todos engane.

Que não se engane o leitor: uma realidade assim só traz vantagem àquele que a proclama e luta por sua instauração, pois nada melhor do que dominar um povo que se vê orgulhoso e busca mesmo por seu despreparo, por sua dormência, por sua inaptidão, por sua indiferença. Reinar sobre um povo assim é dominar uma boiada, um rebanho, extraindo dele suas crias, seu leite, seu couro, sua carne e suas entranhas enquanto os próprios bichos se sentem lisonjeados com tamanho privilégio.

Ai, ai, ai. A moça produziu uma belíssima peça de maniqueísmo esquizóide. Tudo bem, mas daí a atribuir isso a mim? O que eu te fiz, Camila? Oh, Deus, perdoai-os, porque eles não sabem o que fazem! O meu texto fala em Dickens, Cervantes, Homero, Knut Hansum, Céline. Ela não percebeu que esses é que são meus heróis, mesmo os que se equivocaram politicamente? Lula é um político talentoso, um estadista já consagrado na história contemporânea brasileira, porque realizou enormes proezas sociais e econômicas. Se Camila não sabe que proezas são essas, então, por favor, não diga nada. Para milhões de brasileiros, Lula significa muito mais que Cervantes, isso é óbvio. E Lula tornou-se um político experiente, viajado, inteligente, instruído. Em política, Lula é talvez o político mais instruído do Brasil. Vem acumulado prêmios internacionais e, quando deixar o cargo, é cotado para ser secretário-geral da ONU ou presidente do Banco Mundial. Eu não criei nenhuma "realidade paralela", Camila; você criou.

A última parte do texto é uma xaropada. O povo está se instruindo, e com ajuda do Lula, que é o presidente que mais distribuiu bolsas de pós-gradução na história. Mais investiu em pesquisa científica. Mais construiu escolas técnicas, universidades e extensões universitárias. Que mais contratou professores universitários e que tem lutado, junto com a base aliada, para elevar o salários de todos os professores do país, através da instituição do Piso Nacional do Professor.

*

Ela encerra com esse parágrafo brilhante.

Sabe, Miguel, só me resta lamentar por seus problemas cognitivos, morais, estéticos e sexuais. Ah, e pode me chamar de fascista, direitista ou o que for. Faz mesmo parte da "argumentação" comunista o uso abundante de clichês.

Minha cara, você pintou um monstro, ou um ser humano normal, não acha? Como eu tenho meu lado nietzscheano, aceito como um elogio. Só dispenso o problema sexual, porque isso poderia deixar minha esposa chateada. De resto, admito, tenho tudo, com muita honra e humildade! Você, pelo jeito, é uma pessoa sem nenhum problema moral, cognitivo, estético ou sexual. Prazer em conhecê-la, Deusa. Ou seria Monstra?

Ah, não vou chamá-la de fascista nem direitista, nem seja o que for. Para mim, basta chamá-la presunçosa. E sugerir que aprenda mais com Sócrates.

29 comentarios

José Carlos Lima disse...

Achei bacana Zé Celso Martinez defender Caetano sem no entanto expor-se ao ridículo.
Mas é Zé Celso né, um sujeito nem um pouco regular mas, antes de tudo, póetico, o que um cartsiano não consegue ser.
Miguel, como vc pode ter tanta paciência.
Da série blogueiro sofre
E Vivvssaa[[[[[[[[

Fernando Puga disse...

Cara! Tadinha da moça!! Sei que te custou um bocado de tempo, mas é necessário sim senhor dar resposta aos neocons da internet.

Camilla Lopes disse...

ei Miguel, onde cê foi arrumar essa mina, Camila o quê, hein? Parece nome de cervejaria do interior do Paraná... Não entendi nada do que ela falou. E olhe que sou mais inteligente que um Gremilim! Pra mim o que ela disse foi tão trapaceiro quanto Vaca Profana do Veloso. Sempre paira no ar uma verdade absoluta - para citar Platão mother fucker do mundo das ideias - que nós, não temos acesso. Ah, isso é aquela velha história grosseira das rodovias do Brasil: Falta de r...Raquete de frescobol! Praia no sábado?

jozahfa disse...

Ela, sim, devia ler a Eneida para não manchar o nome das Camilas. Quero citar o Whitman aqui:

"...dar uma vista d'olhos
ou mostrar uma vagem no seu galho
confunde o aprendizado
de todos os tempos..."

E desconfio que qualquer coisa que você disser a essa menina será como pérola aos porcos.
Ou às leitoas.

Anônimo disse...

Parabéns, Miguel. Sou assinante dos textos diários e um admirador dos seus textos. Parabéns.

Leonardo Verleun disse...

Boa Miguel!! Fiquei curioso com a Camila... Será uma "Senhora de Santana"? Será uma moçoila?
Nunca ví ninguém, em espaço tão curto, falar tanto em "ereções" e "desempenhos sexuais". É a unica parte compreensível do seu texto. O resto...Nem ela entendeu! Muito menos eu!

Márcio Rocha disse...

puta que o parola miguel!

li a entrevista do caetano manhoso, li seu texto, li o texto dessa menina(diga-se de passagem, naum entendi porra nenhuma), porém sua resposta a ela desemaranhou o enigma que ela escreveu.

vc escreve muito claramente, eu que sou uma ameba entendi perfeitamente sua linha de raciocínio.

guarde meu abraço...fique com Deus!

Anônimo disse...

Eu acho que ela ta é com uma inveja do caralho(especialmente pra ela!),pq,mesmo se achando tao superior,nao chega a seus pes no quesito escrver bem!!
Chupa Camila,que a uva é doce!!KKK

Ayres Filho disse...

Miguel,

Parabéns pela lucidez!

Grande abraço.

Juliano Guilherme disse...

Ela.não.sabe.que.existe.algo.
chamado.intelectual.orgânico?
que.pode.ser.mais,menos.ou.tão.brilhanre
quanto.um.com.doutorado?
Não.sabe.que.existem.poetas.geniais.
sem.educação.formal?
Ou.que.mesmo.falam.e.escrevem."errado"
como.o.Adoniram.Barbosa?
Mas.que.isso.não.quer.dizer.que.se.deva
desprezar.um.que.tenha.diploma?
Não.sabe.nada.essa.moça
taí.uma.analfabeta.instruída,
como.diria.o.Zé.Celso

Justo disse...

Parabéns, Miguel, você é um gentleman. Se a nossa direita brasileira tivesse homens como você até seria justificável ir por esse lado... Mas o máximo que Caetano já conseguiu ver de lindo nesse lado da política foi o finado ACM.

Sábio, então, é ser livre para sair da visão política e abraçar Caetano quando acha lindo Caimmy e alcança sua dimensão poética. Assim como é lindo ser gentil com moças que estão com a agressividade à flor da pele e tentar entender porque esta aludiu a problemas sexuais.

Talvez, pela ingenuidade de sua retórica, Freud a explique, mas opto pelo Amor. E este, para mim, foi seu argumento mais devastador.

Amor para ela, amor para você, amor para todos... Quem sabe um dia não transformamos tudo a volta, da esquerda à direita, do topo à ralé, e quem hoje está destilando bilis no fígado, relaxe e volte à poesia, ao Divino Gôzo.

O Amor, sim, é lindo.

Anônimo disse...

Esse texto da Camila parece obra do Professor Hariovaldo.

Calma, Camila. A Velha Mídia, acompanhada da pertinência dos maiores filósofos e a sabedoria dos iluminados, "instruiu" o Professor F.H. Cardoso e seu paladino José Serra, "candidato ungido" por São Serapião, "Protetor dos homens bons", para tentar dar cabo da incrível popularidade do Presidente Lula a curto e médio prazo. Eles não estão precisando de voluntários.

Rômulo Vita Filho disse...

Miguel bom dia,
para o "empolamento viajante" dessa blogueira, recomendo doses maciças de óleo do diabo na veia todos os dias, o dia todo e para a boca q "espuma de ódio"-Itamar Assunção- ouvir muito,sempre o próprio.

Abrs

gean disse...

Miguel,
Acho que, como voce disse, essa garota é que tem problemas sexuais de tantas vezes que ela bordou esse assunto no seu texto.

Anônimo disse...

Miguel estamos precisando criar um agregador de blogs da nossa blogosfera,,,dando uma olhada no google com a palavra a frase agreagado de blogs vi que na África tem umas coisas bacanas, agregadores de blogs africanos,,,aparece lá as bandeirihas de todos os países juntos,,,,fiquei imagiando....e se as bandeirinhas fossem os Estados brasileiros,,,


http://muiomuio.net/afrigator-agregador-de-blogs-africanos/

este é em portugues, de moçambique...

http://www.pnetmocambique.com/

precisamos urgente nos organizarmos..

pense nisso...

pensei na seguinte hipóteses: você fazer o projeto,,,fazer um estudo...e a gente te dar uma ajuda financeira,,,apenas uma idéia,,nao sei se dá certo...mas pense nisso

André Rezende

Anônimo disse...

Eu quis dizer agregador de blogs

Vi que tem uns sites agregadores de blogs bem facil da gente pedir que o blog da gente seja adicionado,,,preenche apenas email cria uma senha e informa o blog a ser agregado,,,aí alguém dá uma olhada no conteúdo e aceita ou não

André Rezende

Anônimo disse...

Oooi, a água já chegou em sua casa?
É que a Sabesp de Zé Serra mantêm minha água cortada até agora, a desculpa é a pane elétrica.
Mas ele(Serra) diz que a culpa é do Lula.
Como se vê, os golpistas não perdem tempo.

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/11/12/ult5772u6097.jhtm

André Rezende

Anônimo disse...

Sei não, essa menina parecia um fake do olavo de Carvalho ou uma aluna do "filósofo"...

carlos disse...

salve, miguel,

essa moça insistiu tanto no aspecto sexual que me perdi no texto dela. se ao menos provocasse uma ereção, poderia valer a pena. nem isso, meu chapa.

no mais, a serenidade e a elegância de sua resposta pôem em pratos limpos a cacofonia intelectual dessa blogueira, talvez perturbada emocionalmente.

parabéns

Montenegro disse...

Aí Miguel, ficando famoso, hein? o primeiro assassinato de reputação, como tanto fala o Nassif,ninguém esquece.Seria uma pistoleira de aluguel?.Mistério... mas deixa estar: só contribui para o blog ficar famoso e dar entrada no apartamentinho em Paris, hahahahaha...
Ela vei com a retranca das baixelas de prata das cortes proto nazis da Áustria enquanto que Você veio com a suavidade e elegância da boemia da Lapa.Parabéns Amigo e fica com Deus

Anônimo disse...

A pane elétrica se alastrou Brasil afora por causa da ineficiência de SP, em específico da CESP, que não implantou o sistema de ilhamento.

Assim como nada fizeram para evitar o furto das provas do ENEM na gráfica da Folha.


André Rezende

Ines Ferreira disse...

Miguel,
Já dizia minha vó: só se joga pedra em árvore que dá fruto. Li em algum lugar que a oposição estava recrutando pessoas para escrever na blogesfera para bater no Lula e no seu governo. Esta Camila está me cheirando este tipo de blogueiro. Os caras estão desesperados com a popularidade do Homem. Até prêmio das mãos da Rainha o cara recebe.
Liga, não! Estes invejosos querem te derrubar!
Agora ele teve vários comentários contra, o pessoal rebateu a gaja.

bLOgDoRiLdO disse...

Miguel,
Fiquei preocupado. Você DESENHOU o que quis dizer pra moça. Ela pode não entender, de novo.

Mundim Veloso disse...

Arremate Brilhante: "E sugerir que aprenda mais com Sócrates."

Anônimo disse...

“Essa turminha neocon, muito jovem, doutrinada pelos sabujos da Veja, não tem idéia da quantidade de grandes escritores, poetas, filósofos e historiadores que foram "esquerdistas", e mesmo comunistas. Graciliano Ramos era "imaturo" e "mal-informado"?”.
Miguel, parabéns...
Não tenho paciência, me irrito profundamente com este tipo...
Portanto só nos resta argumentos verdadeiros, eles ignoram a sua
própria historia e nem lembram do útero materno...
Grata,
Fátima/fafitoca.

Maur´[icio disse...

Quanta discussão filosófica Miguel.........vou resumir essa estória num tópico só:-Ela quer dar pra vc!!!!!!!!!....pronto, viu como a minha visão de homem integral funciona rápido...rsssss.
Abraços!

Maria Amelia disse...

Permita-me chamá-lo de "genial"

Rubens Machado disse...

Vou repetir a pergunta do José Carlos Lima: Cara, como você tem tanta paciência?
Mais uma vez adorei, e o "poliana de suástica" foi genial, vou adotar. Abraço.

Vera de Oliveira disse...

Hoje, na entrevista ao Kennedy Alencar, o presidente Lula deu o "truco" no caetano: "O que o sr. achou das palavras do caetano?" "Nada. Eu cheguei em casa e ouvi Chico político." "Quem o sr. considera o melhor cantor?" "Chico Buarque." "Que livro está lendo?" "Leite Derramado", a obra-prima de Chico Buarque". Foi de arrepiar!

Postar um comentário